free tracking

conspiradores

. Raquel

. Jorge Amorim

. Nuno Miguel Lopes

. Luís F. Alves

estamos aqui

e-mail

. Say NI

artigos recentes

. É assim que se brinca com o coração dos fãs!

. Avengers 2

. Em Julho de 2013... (Marvel Comics)

. Então careca?? O que se passou?

. O novo (e velho) Constantine

. Quanto pagas por uma morte?

. Será mesmo Superior?

. Ask the Kingpin (Parte 2 de 2)

. Ask the Kingpin (Parte 1 de 2)

. The Kingpin of Comics is back ...

links de comics

. Comic Book Resources

. DC Comics

. Image comics

. Kingpin of Comics (Site)

. Kingpin of Comics (Blog)

. Leituras de Bd e não só

. Marvel Comics

. Newsarama.com

. Silver Bullet Comics

. World of Manga and comics

. Luca BD

outros links

. Corusca

. Multitudo Design

. O Armário das Calças

. Sonhos Urbanos

arquivos

. Março 2006

. Abril 2006

. Maio 2006

. Junho 2006

. Julho 2006

. Agosto 2006

. Setembro 2006

. Outubro 2006

. Novembro 2006

. Dezembro 2006

. Janeiro 2007

. Março 2007

. Abril 2007

. Junho 2007

. Julho 2007

. Agosto 2007

. Outubro 2007

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2008

. Abril 2008

. Maio 2008

. Junho 2008

. Julho 2008

. Agosto 2008

. Setembro 2008

. Outubro 2008

. Novembro 2008

. Dezembro 2008

. Janeiro 2009

. Fevereiro 2009

. Março 2009

. Abril 2009

. Maio 2009

. Junho 2009

. Julho 2009

. Agosto 2009

. Setembro 2009

. Outubro 2009

. Novembro 2009

. Dezembro 2009

. Janeiro 2010

. Fevereiro 2010

. Março 2010

. Abril 2010

. Maio 2010

. Junho 2010

. Julho 2010

. Agosto 2010

. Setembro 2010

. Outubro 2010

. Novembro 2010

. Janeiro 2011

. Fevereiro 2011

. Março 2011

. Abril 2011

. Maio 2011

. Julho 2011

. Agosto 2011

. Setembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2011

. Dezembro 2011

. Janeiro 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2012

. Junho 2012

. Julho 2012

. Agosto 2012

. Setembro 2012

. Outubro 2012

. Novembro 2012

. Dezembro 2012

. Janeiro 2013

. Março 2013

. Abril 2013

. Outubro 2014

RSS
Powered by Blogger
terça-feira, maio 30, 2006


Ok, eu estou farto de dar voltas ao miolo, a tentar descobrir uma maneira de começar este texto, mas não consigo melhor que isto:
Se querem ver mulheres esculturais a usar guitarras para destruir jipes conduzidos por hibridos metade clones metade molhos de bróculos que querem usar coisas como um dragão gigante com calções roxos mas sem orgãos genitais e no cio há 60 anos para conquistar o mundo, NEXTWAVE é para vocês.
E se não querem, deviam querer.
A questão é esta: Warren Ellis, o escritor desta série, detesta super-heróis. Odeia-os. Despreza-os. Quando, por exigências profissionais, os tem que escrever, arranja sempre maneira de subverter o género, e usar os super-heróis como pretexto para escrever outro tipo de história qualquer. E normalmente, sai-se muito bem.
Mas a Marvel contratou-o como escritor exclusivo, e deu-lhe rédea solta.
A Marvel.
A casa onde moram alguns dos super-heróis mais famosos do mundo.
A ironia é óbvia.
Claramente, o Sr. Ellis tinha que fazer alguma coisa a respeito. E fez. Apresentou uma proposta que ainda ninguém sabe muito bem como foi aprovada (a verdade é que não se encaixa NADA no estilo de coisas que a Marvel faz actualmente), e eis que surge uma oportunidade de ouro para o Ellis dar um uso ao seu imenso ódio pelo género.
Eis que surge NEXTWAVE.
E é brilhante. :)
O comic é sobre uma equipa de super-heróis que trabalha para uma super-agência de espionagem, a H.A.T.E. (Highest Anti-Terrorism Efford), e que descobrem que afinal a dita agência trabalha para uma organização terrorista, e decidem deter os antigos patrões, que por sua vez os querem deter a eles.
Mas, sinceramente, isto não interessa nada. A sério.
A melhor maneira que me ocorre de descrever aquilo que esta série REALMENTE é, é citar uma piada dita pelo Hulk num comic escrito pelo Peter David, o Incredible Hulk #379, penso que era esse...
"Sabem porque é que os super-heróis se juntam sempre em equipas? Para que quando as pessoas apontam para eles na rua, e se riem deles, eles possam sempre pensar que as pessoas estão a falar do tipo ao lado."
De certa forma, é isto que este comic é. É o Ellis a apontar, a rir-se alarvemente, e a olhar para nós por cima do ombro, a dizer "Estão a ver? Estão a ver? Eu não tinha razão?"
O facto é que tendo ele razão ou não, os argumentos que ele apresenta são bem convincentes. O comic é verdadeiramente hilariante. Não vos quero estragar nenhuma surpresa, por isso não vou contar nenhuma das piadas, mas leiam, que não se vão arrepender. E se estão na dúvida, aqui têm uma preview do primeiro número (com música incluida; e ignorem as imagens do Wolverine, que não tem nada a ver com isto).
Termino com uma citação directa do autor sobre os temas centrais da série. Afinal de contas, ele tem obrigação de a saber descrever melhor que eu. As palavras que se seguem são usadas pelo Ellis para encerrar a proposta aceite pela Marvel. Honestamente, gabo-lhes a coragem. Ou o sentido de humor.

NEXTWAVE is not about Character Arcs and Learning and Morals and Hugs. It is about cramming an insane movie into 44 pages at a time. It is about the mad things underpinning Marvel Comics, and it is about special effects out of Asian cinema and absurd levels of destruction and a skewed sense of humour and Spectacle and things blowing up and people getting kicked.
It is most especially about THINGS BLOWING UP and PEOPLE GETTING KICKED.
It is about humanoid Clone Things made out of engine oil and broccoli being smacked to death by a woman with a guitar.
NEXTWAVE. Healing America by beating people up.


PS: O meu nome é Luis Alves, e ocasionalmente assino como No Pants Jimmy Jamma. Tenho um site/podcast chamado O Armário das Calças, gosto de comics, e sou o novo colaborador deste blog. Contem ver-me por aqui novamente. Até breve.
saí­do da mente de Luís F. Alves às 11:00 da tarde
link do post | 6 comentários | voltar ao topo
sexta-feira, maio 26, 2006
Deepak Chopra e Shekhar Kapur juntaram-se e agora vão estar associados a duas novas companhias Virgin Comics LLC e Virgin Animation Private Limited.

Vejam os resultados:



A arte parece interessante, vamos ver como se safam os argumentos...



Seja como for ficaremos atentos...



Carregue aqui para mais informações
saí­do da mente de Jorge Amorim às 7:16 da tarde
link do post | 3 comentários | voltar ao topo
quinta-feira, maio 25, 2006
ATENÇÃO: Não peguem neste comic apenas por ter o nome X-Men



Uma adaptação de um conto japonês de nome Momotaro, cruzada com elementos do universo dos X-Men. E assim começa uma mini-série em quatro partes, completamente desligada de qualquer outro título. Julgo que a ideia de juntar o nome X-men a este projecto foi simplesmente para aproveitar o efeito do filme.



Se quiserem ler algo apenas para entreter e não pensar muito, esta é uma recomendação que vos deixo. Uma história simples com arte adequada.
No caso de estarem a precisar de pegar num comic estimulante e profundo deixem este de parte.



P.S.: Assim que virem o filme X-Men 3 digam o que acharam
saí­do da mente de Jorge Amorim às 1:34 da manhã
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
quarta-feira, maio 24, 2006
Neil Gaiman, juntamente com Adam Rogers elaborou um artigo para a revista Wired sobre o mito que rodeia o homem de aço, Superman.

"Superman is different because he doesn’t really belong to the writers who’ve created his adventures over the last 68-plus years. He has evolved into a folk hero, a fable, and the public feels like it has a stake in who Superman “really” is. Schwartz quit writing Superman because his bosses were telling him to put in things that he thought were out of character. That was admirable, but really, the specific stories we tell about Superman – the what-happened and what-he-did – don’t matter that much. Superman transcends plot. We retell his tales because we wish he were here, real, to keep us safe."
saí­do da mente de Raquel às 8:27 da manhã
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
terça-feira, maio 23, 2006
Mais um post com mini-notícias de alguma forma relacionadas com comics:

saí­do da mente de Raquel às 10:18 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
quarta-feira, maio 17, 2006


[ Capas: Annihilation: Ronan # 3, X-Men: Fairy Tales, Runaways vol.2 #19, Eternals #1 ]
saí­do da mente de Raquel às 6:02 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
quarta-feira, maio 10, 2006
Aqui vão algumas curtas que de uma forma ou outra estão relacionadas com comics:

. Capas de comics de conteúdo apropriado e que objectificam o corpo dos super-heróis masculinos, paralelamente ao que se faz constantemente com as super-heroínas.

. Um grupo de ladrões que se veste de super-heróis anda a roubar comida cara a restaurantes e a dá-la aos pobres, na Alemanha.

. A Dell fez uma caixa de computador, edição limitada, inspirada no filme X-Men 3.
saí­do da mente de Raquel às 11:36 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
sábado, maio 06, 2006
Runaways trata-se de uma história de um grupo de adolescentes que descobrem que os seus pais são na realidade supervilões. Não querendo ter nada a ver com eles depois dessa descoberta, decidem fugir.

Este comic, escrito por Brian K. Vaughan, foi extinto após o seu 18º número devido às fracas vendas do título. Só após as versões trade paperback da história terem tido um volume de vendas muito superior ao de esperar é que a Marvel reconsiderou e decidiu reacender o título e assim Runaways vai, portanto, no seu segundo volume presentemente.



Embora a história, durante o primeiro volume, estivesse integrada no universo Marvel, estava mais ou menos isolada de tudo o resto. O facto de não haver super-heróis no sentido mais básico da expressão foi o que atraíu leitores de BD como eu para o título.

No segundo volume, já se tornou mais óbvio em que universo a história se passa, tendo sido frequente o aparecimento de super-heróis 'guest stars' nos primeiros números.

Brian K. Vaughan continua a escrever diálogos muito bons no segundo volume, mas houve alguns pontos que aparentam terem sido escritos por não se saber bem como passar do ponto A para o ponto B e ter de se fazer a transição necessáriamente.

A arte interior dos comics dos dois volumes, no geral é consistente e tem um nível de qualidade aceitável. No entanto as cinco estrelas em termos de arte têm de ir para as capas cuja arte é mesmo muito boa, embora muitas das vezes não tenha muito a ver com o interior do número em questão.

Recomenda-se Runaways vol. 1 (existe um hardcover que compila o primeiro volume todo) para quem queira ler algo um pouco fora do habitual grupo de super-heróis, mas que mantenha alguns dos elementos presentes nesse tipo de histórias.

Links: site oficial de Brian K. Vaughan | entrada na Wikipedia [contém spoilers
saí­do da mente de Raquel às 1:34 da tarde
link do post | 1 comentários | voltar ao topo
sexta-feira, maio 05, 2006
A guerra civil já começou,lançada por um acidente grave, e os heróis da Marvel Comics estão em guerra separados por diferenças ideológicas. Li hoje o primeiro número da saga e estarei aqui para vos contar como está a ser a guerra, o primeiro número deixou-me apenas curioso (salientando que gostei a sequência da tomada de posição do Capitão América).



Entretanto a crise na DC (Infinite Crisis) terminou sem me deixar vontade para reler a história.



Enfim, estas grandes sagas cada vez me desiludem mais; mesmo assim teimo em as ler, porque o meu lado de "puto que gosta de super-heróis" ainda tem poder de decisão.
saí­do da mente de Jorge Amorim às 1:36 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
quarta-feira, maio 03, 2006
Em mais um mini-post, fica a informação de que está o trailer de Superman Returns online.

Pelo que se vê do trailer, até uma não-fã da personagem como eu é capaz de achar interessante. A realização parece estar muito boa, ou não fosse do Bryan Singer, e até me vejo a ir ver o filme ao cinema, embora continue a achar que os Kyptonianos devem ser todos daltónicos (não gosto do uniforme dele - péssima combinação de cores).

Por outro lado, a realização do terceiro filme de X-Men, The Last Stand, parece deixar um pouco a desejar, pelo que se vê de um pequeno clip do filme que anda a circular na net. Irei ver o filme na mesma, mas estou a cruzar os dedos para não ser a banhada que me parece vir a ser.

Já agora, devo esclarecer que grande parte dos meus posts são dedicados a adaptações cinematográficas de filmes já que ando com um grave problema de falta de tempo para ler BD e conseguir escrever uma crítica com pés e cabeça de algum número de um dos títulos que consigo acompanhar. Espero que a situação acalme um pouco, pelo menos de forma a conseguir escrever algo sobre BD mesmo com alguma regularidade.
saí­do da mente de Raquel às 11:23 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo


Conteúdo © Copyright 2006 Jorge Amorim, R e (Phi)lipe. Todos os direitos reservados.
As imagens usadas são propriedade dos respectivos donos.
Icons por Kevin Potts.