free tracking

conspiradores

. Raquel

. Jorge Amorim

. Nuno Miguel Lopes

. Luís F. Alves

estamos aqui

e-mail

. Say NI

artigos recentes

. É assim que se brinca com o coração dos fãs!

. Avengers 2

. Em Julho de 2013... (Marvel Comics)

. Então careca?? O que se passou?

. O novo (e velho) Constantine

. Quanto pagas por uma morte?

. Será mesmo Superior?

. Ask the Kingpin (Parte 2 de 2)

. Ask the Kingpin (Parte 1 de 2)

. The Kingpin of Comics is back ...

links de comics

. Comic Book Resources

. DC Comics

. Image comics

. Kingpin of Comics (Site)

. Kingpin of Comics (Blog)

. Leituras de Bd e não só

. Marvel Comics

. Newsarama.com

. Silver Bullet Comics

. World of Manga and comics

. Luca BD

outros links

. Corusca

. Multitudo Design

. O Armário das Calças

. Sonhos Urbanos

arquivos

. Março 2006

. Abril 2006

. Maio 2006

. Junho 2006

. Julho 2006

. Agosto 2006

. Setembro 2006

. Outubro 2006

. Novembro 2006

. Dezembro 2006

. Janeiro 2007

. Março 2007

. Abril 2007

. Junho 2007

. Julho 2007

. Agosto 2007

. Outubro 2007

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2008

. Abril 2008

. Maio 2008

. Junho 2008

. Julho 2008

. Agosto 2008

. Setembro 2008

. Outubro 2008

. Novembro 2008

. Dezembro 2008

. Janeiro 2009

. Fevereiro 2009

. Março 2009

. Abril 2009

. Maio 2009

. Junho 2009

. Julho 2009

. Agosto 2009

. Setembro 2009

. Outubro 2009

. Novembro 2009

. Dezembro 2009

. Janeiro 2010

. Fevereiro 2010

. Março 2010

. Abril 2010

. Maio 2010

. Junho 2010

. Julho 2010

. Agosto 2010

. Setembro 2010

. Outubro 2010

. Novembro 2010

. Janeiro 2011

. Fevereiro 2011

. Março 2011

. Abril 2011

. Maio 2011

. Julho 2011

. Agosto 2011

. Setembro 2011

. Outubro 2011

. Novembro 2011

. Dezembro 2011

. Janeiro 2012

. Fevereiro 2012

. Abril 2012

. Junho 2012

. Julho 2012

. Agosto 2012

. Setembro 2012

. Outubro 2012

. Novembro 2012

. Dezembro 2012

. Janeiro 2013

. Março 2013

. Abril 2013

. Outubro 2014

RSS
Powered by Blogger
sexta-feira, abril 25, 2008
Muito de que falar hoje, por isso não percamos tempo. Começemos pelas criticas atrasadas, como prometido. Antes de mais, o comic pendente de há duas semanas:

CRIMINAL 2 #2 - Eu disse da última vez que este era o título que mais ansioso estava por ler, e mesmo assim, não me desiludiu minimamente. Mais gente devia ler esta série. Muito mais gente.

A seguir, vêm os comics da semana passada:

GRENDEL BEHOLD THE DEVIL #6 (de 8) - A história está a ficar cada vez mais bizarra, mas eu continuo fascinado...

BATMAN AND THE OUTSIDERS #6 - Estou a ficar bastante farto desta série. Para mim, a história chegou ao ponto de ver os personagens só a moverem-se de um lado para o outro. Vou aguentar até ao final, mas se não houver um pay-off que a justifique, para mim chega, é menos uma leitura mensal.

BRAVE AND THE BOLD #12 - Bom, isto foi um belo de um anticlimax, para mim. E com o Mark Waid a deixar a série brevemente, ainda não decidi se me vou dar ao trabalho de continuar a ler os números que lhe restam...

COUNTDOWN TO FINAL CRISIS 2 - Montes de som e fúria, sem qualquer significado. Já só falta um para acabar...

FLASH #239 - Oh, sim. Agora sim! ISTO é o comic que eu queria quando o Mark Waid voltou! Bom trabalho, Tom Peyer. Espero que seja para continuar.

GOTHAM UNDERGROUND #7 (de 9) - A única coisa que impede este número de ser tão bom como os anteriores é a sensação que dá de que demasiadas coisas vão ficar pendentes para resolver noutros títulos. Espero estar enganado, sinceramente...

ROBIN #173 - Tirando o facto de, MAIS UMA VEZ, adiar a parte da história que os leitores realmente querem ver, este comic é bom. Até consegue criar algum interesse relativamente ás partes do enredo que não me agradavam muito. Mas o tal adiar já me começa a irritar...

SALVATION RUN #6 (de 7) - Apesar de ser um claro caso de "dois adversários a fazerem discursos enormes enquanto andam à porrada", o certo é que gostei bastante do contronto central deste capítulo, uma cena de pancadaria mano a mano entre o Joker e o Luthor. Claro que depois depressa voltamos à parte do enredo de que realmente não gosto, mas pronto, a história tem que concluir de alguma maneira...

SUICIDE SQUAD RAISE THE FLAG #8 (de 8) - A boa noticia é que esta série acabou em grande estilo. A má é que acabou. E tal como a série original, deixa saudades. Espero que a DC resolva isso em menos tempo, desta vez...

AMAZING SPIDER-MAN #557 - A história termina sem abrandar um segundo, e sem perder nenhuma da qualidade. Mais acção que piadas, claro, mas isso era de esperar, e é apropriado. Muito bom.

AVENGERS INITIATIVE #11 - A conclusão da história, que termina com muito menos mortes do que seria de esperar. Por outro lado, já houve tantas em apenas quatro capítulos, que já estava realmente na altura de variar um bocado. Enfim. Gostei bastante da história, estou curioso para ver qual vai ser o elenco fixo daqui em diante. Confesso que nunca esperei gostar tanto desta série, até porque inicialmente não me prendeu muito. Mas ainda bem que estava enganado.

INCREDIBLE HERCULES #116 - Sacred Invasion! HAHA! Eu NUNCA pensei que esta série pudesse ser tão divertida. Mas a verdade é que só o recapitular dos capítulos anteriores e a ocasional antevisão dos seguintes é sempre hilariante, e por si próprios justificam ler este comic. Felizmente, o resto é igualmente divertido.

CAPTAIN AMERICA #37 - Bom, parece que a surpresa no final do número anterior era exactamente o que eu pensava. Ainda bem. O novo estilo de escrita do Brubaker, usando histórias sem final à vista, ocasionalmente resulta mal, mas nesta série a coisa continua a funcionar muito bem. Espero que ainda dure muito tempo mesmo...

CAPTAIN MARVEL #5 (de 5) - Boa conclusão, com o setup para tornar esta versão do Captain Marvel realmente interessante. Embora me cheire a que não vá durar muito tempo, mas veremos. Seja como for, eu estarei de olho nas próximas aparições do personagem.

WOLVERINE ORIGINS #24 - Ok, estou impressionado. Por mais defeitos que o Daniel Way tenha como escritor, este comic prova que ele tem os personagens bem pensados, e sabe como mostrá-lo. Não só garantiu que ainda não vou desistir desta série (coisa que penso fazer quase desde o inicio, sinceramente), como me convenceu a experimentar a série do Deadpool que está a preparar para breve. Nada mau mesmo.

X-FACTOR #30 - Bom, sem sombra de dúvida, isto é o cliffhanger da semana, e sem dúvida o mais... elegante... dos últimos tempos. Só lamento algumas escolhas questionáveis da parte da artista...

Bom, não me parece justo estar a misturar os comics das duas semanas nas escolhas finais, por isso vou manter as coisas separadas. A SURPRESA DA SEMANA (passada) foi sem dúvida o WOLVERINE ORIGINS #24, por provar que afinal, quando quer, o Daniel Way sabe usar o talento que tem. Quanto ao MELHOR DA SEMANA (passada), a escolha é complicada, mas em última análise, tem que ir para o SUICIDE SQUAD #8. Não nego que o facto de eu ter crescido com este pessoal teve influência, mas quando temos que escolher entre coisas de qualidade equiparável, ás vezes temos que seguir o coração.

E finalmente, passemos aos comics desta semana:

BATMAN #675 - Isto é um prelúdio algo banal para a GRANDE história que o Morrison está prestes a fazer, a tal que vai explicar tudo e mudar tudo. Infelizmente, este capítulo zero não tem quase nenhum interesse...

CHECKMATE #25 - Bom, e acabou. A equipa criativa despede-se desta série, com um bom final para esta história, mas mau para a série em geral. É pena. Eles vão deixar saudades.

COUNTDOWN TO FINAL CRISIS 1 - E pronto. Acabou. E acabou com um status quo que presumo que venha a ser completamente ignorado em quase todos os casos. Mas acabou como foi ao longo do último ano: merdoso. Gabe-se-lhe a coerência.

HULK #3 - Mais do mesmo. Montes de porrada desmiolada, portanto. Mas porrada desmiolada que, pelo menos, diverte. Quase tenho vergonha de admitir, mas estou a gostar. Devo finalmente ter aprendido a desligar o cérebro...

HULK VS HERCULES WHEN TITANS COLLIDE - Não me encheu as medidas. É pena, porque eu gosto da série mensal...

MIGHTY AVENGERS #12 - O Nick Fury está de volta, em toda a sua glória de super-espião, e este número é inteiramente dedicado ao que ele andou a fazer neste tempo todo, e o que isso tem a ver com a invasão dos Skrulls. É preciso dizer mais? Não me parece.

SHE-HULK 2 #28 - Eu sei que é perfeitamente natural que nem todos os projectos dos nossos autores favoritos nos agradem. Mas para mim, é sempre uma desilusão. E sinceramente, é nisso que esta série se está a tornar para mim...

THOR #8 - Um comic de conversa, basicamente, mas bastante interessante. Excelente balanço entre o mítico e o realista. E felizmente, o JMS mudou o antigo padrão de discurso do Thor. Este número teria sido insuportável se não tivesse... E acho que finalmente começo a conseguir apreciar o facto do Donald Blake e o Tbor serem duas pessoas diferentes...

ULTIMATE SPIDER-MAN #121 - Ena, uma história de um capitulo só! E divertida, ainda por cima. Nada mau, não senhor...

UNCANNY X-MEN #497 - Entre o cada vez mais interessante casal White Queen e Cyclops, e a sequência de acção no início deste número, é mais que evidente que o Ed Brubaker finalmente está à vontade nesta série. Já não era sem tempo. É claro que a partir do #500 já não vai escrevê-la a solo, mas sabendo que é o Matt Fraction que se vai juntar a ele só promete mais e melhor...

Desta vez, a SURPRESA DA SEMANA foi o MIGHTY AVENGERS #12. Não estou habituado a que esta série seja tão boa, e muito menos a que o Nick Fury seja igual ao tipo do Prison Break. Mal por mal, antes o Samuel L. Jackson.
Quanto ao MELHOR DA SEMANA, sem dúvida que é o THOR #8. Não tenho problemas nenhuns em afirmar que esta série é o melhor trabalho work-for-hire do JMS em comics. E se continuar com esta qualidade, pode chegar a ser o melhor trabalho, ponto final.
E pronto, por esta semana é só, e já é muito! Abraço, pessoal, até à próxima!
saí­do da mente de Luís F. Alves às 5:27 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo
domingo, abril 20, 2008
Infelizmente, por motivos de força maior... Oh, quem é que eu estou a querer enganar? Tive mais que fazer durante esta semana, por isso acabei por não ler comics nenhuns. Mas para a semana farei a leitura e respectiva mini-critica dos comics das duas semanas, não se preocupem. Ainda não decidi se as escolhas finais serão separadas ou não, mas logo se vê.
Peço desculpas, mas desta vez não deu mesmo. Até à próxima!
saí­do da mente de Luís F. Alves às 7:47 da tarde
link do post | 1 comentários | voltar ao topo
sábado, abril 12, 2008
E cá estamos nós para mais um monte de mini-criticas!
...
Acho que não tenho mais nada a dizer, sinceramente. Passemos portanto ao que interessa...

SERENITY BETTER DAYS #2 (de 3) - Melhor que o número anterior. Este captura melhor o sentido de humor da série, e coloca os personagens numa situação interessante. Nomeadamente, de férias. Divertido, pelo menos.

ECHO #2 - Ainda interessante, e continua a ser um excelente trabalho de construção de personagens, mas é pena a história não avançar um bocadinho mais...

DOCTOR SLEEPLESS #6 - Um infodump disfarçado de declaração de intenções, mas ainda assim, é interessante. A back matter também é muito boa, apesar de reutilizar mails antigos da mailing list do Ellis. Mas como é particularmente relevante para um projecto que estou a preparar com amigos, veio mesmo a calhar...

BOOSTER GOLD #8 - Divertido como sempre, mas falta alguma coisa. É daqueles comics que está muito bem feito, mas que no fundo só serve para levar os personagens de um lado para outro. Mesmo sendo bom, é o mais fraco da série até agora.

COUNTDOWN TO FINAL CRISIS 3 - Este consegue ser um nadinha melhor do que é costume, simplesmente porque não pretende ser mais que uma longa cena de porrada desmiolada. E como tal, consegue. Não é uma BOA cena de porrada desmiolada, mas também penso que ninguém esperava que fosse. Mesmo os autores parecem estar mais interessados em chegar ao final que em contar uma boa história...

GREEN LANTERN CORPS #23 - Hã, esperem, isto é a parte dois de uma história que começou no #21? Que raio...? Bom, é uma boa segunda parte, seja como for, e gosto da maneira como a Corps realmente cada vez mais é apresentada como sendo uma força policial. Mas a confusão da ordem dos capitulos irrita-me um bocado...

JUSTICE SOCIETY OF AMERICA #14 - Mais um capítulo na sequela "oficial" do Kingdom Come, que parece querer ignorar a sequela original, apesar do vilão ter surgido lá pela primeira vez. Vá-se lá perceber. Qualquer dos casos, é bom como de costume, mas o peso do número de personagens começa a fazer-se notar, e a história já vai longa demais, na minha opinião.

TITANS #1 - Pronto, ok. Isto não é grande coisa, e o enredo não faz grande sentido. Mas está longe de merecer ser tão trucidado como tem sido por aí. Se é bom? Não, não é. Mas não é ofensivamente mau, e eu tenho um fraquinho por este colectivo de personagens, por isso vou-lhe dar mais uns meses, a ver...

WONDER WOMAN #19 - Não percebo muito bem como os ********* permitiram que * ***** se tornasse *** ***** ******* no final disto, mas pronto. É um final aceitável para uma história algo inconsequente.

AMAZING SPIDER-MAN #556 - O Zeb Wells é o primeiro argumentista do Brand New Day que nem sequer tenta ser retro no estilo, e acaba por ser o que melhor consegue ser fiel ao espírito que os outros querem capturar, parece-me. A ideia de o Spider-Man passar a maior parte da história a enfrentar algo tão simples como um nevão é do mais consistente com esse espírito que se possa imaginar. É precisamente o género de coisa que faz o Spider-Man brilhar. E mesmo quando surge algo mais típico para ele enfrentar, a resolução do confronto acaba por se enquadrar no tom geral da história. Some-se a isso um twist inesperado, e penso que podemos ter aqui a grande surpresa do Brand New Day. Zeb Wells, os meus parabéns!

FANTASTIC FOUR #556 - Os heróis do universo Marvel enfrentam e são derrotados por... Um robot gigante. Que rasgo de imaginação! E a arte é do mais confuso que o Bryan Hitch alguma vez fez.

LAST DEFENDERS #2 (de 6) - Os detractores desta série apontaram o dedo à disfunção da equipa actual, e à escolha quase aleatória dos elementos dela. Neste número, não surpreendentemente, prova-se que A IDEIA ERA MESMO ESSA! E sinceramente, não sei como pelos vistos fui o único a notar desde o inicio. Estranho, porque me pareceu óbvio. Enfim. É bom material, e vou continuar até ao final da mini-série.

WOLVERINE #64 - Melhor que o capítulo anterior. Gosto especialmente da ideia de que o Logan sofre bastante mais do que se pensa. Suponho que é natural que ele se passe com tanta frequencia... Além disso, as cenas de acção são muito boas. Isto não é profundo, mas também não pretende ser.

E infelizmente, desta vez tem que transitar para a próxima semana precisamente o comic que eu mais queria ler, o CRIMINAL 2 #2. Mas pronto, paciência.
Quanto à SURPRESA DA SEMANA, é o GREEN LANTERN CORPS #23, simplesmente pela bizarria que é a ordem das histórias.
E o MELHOR DA SEMANA, sem sombra de dúvida, é o AMAZING SPIDER-MAN #556, sobre o qual já disse tudo acima, por isso não vale a pena repetir-me aqui.
E por esta semana, é só. Até à próxima, pessoal!
saí­do da mente de Luís F. Alves às 4:14 da tarde
link do post | 2 comentários | voltar ao topo
domingo, abril 06, 2008
Cá estamos nós outra vez, e apetece-me pouco esticar-me na introdução, por isso, sem mais delongas:

BUFFY THE VAMPIRE SLAYER #13 - Ok, o final deixou-me algo confuso. Portanto, há duas das... coisas? Bom, suponho que veremos. De resto, tirando o facto do Dracula ser racista, não há muito a acrescentar...

ANNA MERCURY #1 - A nova série do Warren Ellis deixou-me ligeiramente decepcionado. Ele prometia que isto seria o começo de "uma nova mitologia", e não há dúvida que é, mas o facto é que, não obstante o facto de ser apenas um primeiro número, não me excitou particularmente. E mesmo a revelação da página final não ajudou. Isto parece ser exactamente aquilo que eu pensava que seria, mas sem saber ainda as regras do universo, é dificil dizer. Enfim. Basicamente, vou continuar a ler, mas com algumas reservas.

ACTION COMICS #863 - E eis que a história acaba com estilo, e com um teaser irresistivel. Nunca me senti tão interessado pela Legion. É pena é que a série da Legion corrente não seja nem um décimo do que foi esta história...

COUNTDOWN TO FINAL CRISIS 4 - Ah bom! Assim sim! Semana em que esta série presta nem é semana a sério! Agora que isto voltou à costumeira mediocridade, a ordem está restaurada ao mundo, e podemos seguir as nossas vidinhas normalmente...

NIGHTWING #143 - Mantém-se o problema dos números anteriores: bons personagens, história aborrecidíssima. A única coisa que safa este número é que é essencialmente uma longa sequência de acção que entretém minimamente...

CASANOVA #13 - Estranhamente contemplativo, este capítulo. Tudo isto continua a ser demasiado alucinado para encaixar à primeira na minha cabeça, mas gostei do tom deste número, especialmente das considerações sobre quem é real e quem não é, e qual é a diferença entre um estado e o outro, e do excelente uso dos flashbacks para demonstrar a importância do personagem que dá título (por esta altura, dificilmente lhe posso chamar protagonista) na vida dos outros. Bom material.

AMAZING SPIDER-MAN #555 - Um bocadinho menos histriónico que os começos de história anteriores, e por isso mesmo funciona bem. Para além disso, a arte to Chris Bachalo tem bom aspecto, o que é uma raridade. E para além de tudo o resto, alguém menciona a Saga dos Clones, mesmo que seja só para fazer uma piada...

CABLE #2 - Não consigo decidir se a maneira como o Bishop encontrou o Cable é bem pensada, ou relativamente parva. Qualquer dos casos, isto mantém-se uma leitura interessante, apesar de não avançar muito a história. O verdadeiro teste desta série será o que vem depois da primeira história, penso eu, porque a primeira é óbvia. A partir daí, é preciso pensar bem no que se faz. E é o que eu vou fazer também, para decidir por essa altura se isto é para continuar nas minhas leituras ou não. Até lá, vou lendo...

KICK ASS #2 - A história continua interessante, mas conseguiu fazer-me detestar o protagonista. O sacana do puto merece todas as tareias que levar, palavra de honra, a ver se aprende a não ser estúpido...

LOGAN #2 (de 3) - Fraquito. Continuo a não perceber o propósito desta série. Este tipo de história já foi contado dezenas de vezes com o Logan...

OMEGA UNKNOWN #7 (de 10) - FINALMENTE, RESPOSTAS... no próximo número. Este tem, no entanto, a sequência de origem mais estranha de que há memória, mantendo, portanto, o tom da série. Infelizmente, a mão com duas pernas que combate o crime aparece pouco neste capítulo. Mas não se pode ter tudo...

PUNISHER WAR JOURNAL #18 - Isto devia parecer-me melhor do que parece, mas sinceramente, nunca gostei do Jigsaw, e aqui ele ainda está mais irritante. Espero que realmente esta história explore a razão pela qual o Punisher o deixa sempre sobreviver, porque caso contrário, parece-me que vai ser uma perda de tempo...

SECRET INVASION #1 (de 8) - Bom, neste comic acontecem coisas. Para os detractores do Brian Michael Bendis, isso já é dizer muito. E as coisas que acontecem são interessantes, e importantes. Alguns dos Skrulls revelados são surpreendentes, outros nem por isso, mas todos estão em posições perfeitamente lógicas. Para já, o hype parecia estar certo. Isto promete...

TWELVE #4 (de 12) - Ainda interessante, ainda bem escrito. Mas apesar de avançar ligeiramente a história, não há muito digno de nota aqui. É um daqueles capitulos que só servem para levar a história onde ela precisa de ir.

THE BOYS #17 - HAHAHAHAHAHAHAHA!!! Opá, o Hughie está longe de ser o primeiro a quem acontecem estas coisas... Mas pronto, tem sempre piada para quem está de fora... Mas o que irá acontecer agora ao pobre hamster? Como se eu não soubesse...

ZORRO #2 - Isto está a ser bem mais negro do que eu esperava, caramba... O problema do Zorro, para mim, sempre foi o contexto em que ele se insere, que a mim nunca me disse muito, mas caraças, com histórias deste nível, não dá para resistir...


Sou só eu a estar ligeiramente farto de histórias que desenvolvem pouco? Será a sensação de que a maior parte dos argumentistas se esqueceram de como introduzir pontos de interesse para acompanhar o debitar de informação importante, apenas uma ilusão minha?
Sei lá. Sei que a SURPRESA DA SEMANA é o ANNA MERCURY #1, porque sendo exactamente o que eu contava que fosse, não foi tão bom como eu esperava. Se é que isso faz sentido.
Quanto ao melhor da semana, sei que foi o ACTION COMICS #863, embora o THE BOYS #17 tenha ficado perto.
E está mais uma semana arrumada!
Abraço, até à próxima!
saí­do da mente de Luís F. Alves às 3:00 da tarde
link do post | 0 comentários | voltar ao topo


Conteúdo © Copyright 2006 Jorge Amorim, R e (Phi)lipe. Todos os direitos reservados.
As imagens usadas são propriedade dos respectivos donos.
Icons por Kevin Potts.