free tracking

conspiradores

. Raquel

. Jorge Amorim

. Nuno Miguel Lopes

. Luís F. Alves

estamos aqui

e-mail

. Say NI

artigos recentes

. Teaser (mais um) de Shadowland

. Cameron Stewart sai do "Return of Bruce Wayne"

. Fim da Linha para um Herói :P

. Personagens Femininas da Disney em versão Comic

. Pequenas notas de BD

. Hoje, não gosto da Marvel

. Jeff Lemire a escrever Superboy

. RIP Comicsworld

. ANICOMICS LISBOA 2010 - Artistas Internacionais e ...

. ANICOMICS LISBOA 2010 - Artistas Nacionais nas Edi...

links de comics

. Comic Book Resources

. DC Comics

. Image comics

. Kingpin of Comics (Site)

. Kingpin of Comics (Blog)

. Leituras de Bd e não só

. Marvel Comics

. Newsarama.com

. Silver Bullet Comics

. World of Manga and comics

. Luca BD

outros links

. Corusca

. Multitudo Design

. O Armário das Calças

. Sonhos Urbanos

RSS
Powered by Blogger
domingo, junho 13, 2010
Depois de uma longa ausência, voltamos a fazer o nosso Blá Blá Blá.


Jorge (J): Vampiros e Mutantes são a promessa para a próxima saga dos X-Men. A mim não me soa bem, parece-me como misturar água com azeite. E tu o que achas?

Luís (L): A mim não me entusiasma nada, por várias razões. A primeira, e mais óbvia, é a de que à partida os dois conceitos não parecem ser passíveis de se misturarem muito bem. Mas nisso até estou disposto a dar o benefício da dúvida, porque há duas histórias "clássicas" dos x-men escritas pelo Claremont em que eles enfrentam o Drácula versão Marvel. Acho que ele chega a converter a Storm, mas posso estar enganado. E quer-me parecer que a segunda dessas histórias é desenhada pelo Bill Sienkiewicz (acho que escrevi bem à primeira tentativa, mas até tenho medo de ir procurar e ficar desiludido). Portanto pronto, há uma história prévia aí, logo há material para explorar.

Mas o que me irrita é a criação de MAIS um título mensal para os X-Men. Depois de tanto trabalho a finalmente "reduzir" a linha mutante aos títulos com propósito específico (não reduziram nada, só aumentaram, mas a verdade é que realmente deram um propósito único a cada um dos livros mensais, em vez de os tornar só cópias uns dos outros), agora criam este aparentemente só porque sim, e ainda por cima com uma equipa criativa que não me diz nada. É mais isto que me irrita que a história propriamente dita. Afinal de contas, quem é que não está habituado a simplesmente ignorar histórias más dos X-Men?

Jorge: A minha resistência em relação a este crossover vampiros / x-men assenta nos seguintes pontos:

  • Estou cansado desta febre de vampiros associado ao Twilight e de GRANDES sagas (que acabam por não ser assim nada de especial)
  • Para mim os X-Men não são os Avengers ou a JLA, nunca gostei de histórias deles fora das problemáticas mutantes. Histórias com a Ninhada ou no Espaço raramente resultam bem com os X-Men (isto falando do conceito de base, porque uma história bem escrita será sempre uma história bem escrita).
  • Quantos títulos mutantes saem mensalmente? Não sei mas são bastantes. Precisam de mais?
  • Este tipo de história combina com a Heroic Age?? Ou este nome é apenas para aparecer na capa dos comics?

Luís: ah, uma resposta por pontos. tu sabes como tratar-me bem. Vamos, portanto, ponto por ponto:
  • Não discordo. Parece que as Grandes Sagas são como as Boy Bands: nunca acabam, separam-se, e continuam a fazer o mesmo mas pior e em menor escala. Quanto aos vampiros, eu por um lado até acho que precisamos de mais duas ou três histórias. Os vampiros precisam de ser ASSUSTADORES outra vez. Mas esta não é essa história, de certeza.
  • Aí eu discordo. O meu primeiro contacto com os X-Men foi com a Saga da Fénix Negra, que como te lembrarás, tinha Shi'ar por tudo quanto era lado. Sempre soube que não era esse o millieu ideal para os X-Men, mas já comecei predisposto a esse tipo de histórias.
  • Nunca os contei, devem ser uns quinze, se contarmos com todos os do Wolverine. Mas não com os do Deadpool. Seja como for, é como eu disse há pouco. Os que existem parecem ter um propósito único para cada um. Este novo, não vejo qual possa ser esse propósito. Se tivesse era bem vindo, mas para já, não me parece.
  • Talvez combine com a Heroic Age, se nos capítulos finais houver mais vinhetas com os heróis em poses triunfantes e "filmados" de baixo do que com ar deprimido e vistos de cima...

Jorge: Sempre pensei que a Heroic Age seria uma perspectiva positiva sobre as histórias de heróis, histórias mais luzentes... Ah espera isso é na DC... ou não.

Luís: Estás a brincar? Eu não sei se tens lido o Brightest Day, mas a série tem cenas incrivelmente negras. Tipo arrancar pele a mortos, criar portais com cadáveres, etc.
Não sei. Talvez o problema seja que tanto a Marvel como a DC já não se lembram muito bem de como fazer histórias mais upbeat...

Jorge: Por isso escrevi "... ou não". Nenhum dos dois está a cumprir a ideia inicial transmitida. Será que há público para uma história menos negra de super-heróis?

Luis: Acho que sim. e muito público, até. basta ver que montes de coisas que vendem não são assim tão negras, nem nunca foram. olha a avalanche de títulos do deadpool, por exemplo. ok, há bastante violencia, mas o tom geral é tudo menos negro. os títulos dos avengers também estão a ir numa direcção mais leve. na DC, tudo o que cheire minimamente a bwahahahaha vende sempre, e por aí adiante.

Exemplos não faltam. O problema é que parece que as editoras não confiam em histórias mais leves para sustentar Eventos, e ainda não se conseguiram livrar da mentalidade do Evento como motor de sucesso.

Jorge: Como consumidor de Bd, os eventos afastam-me, não vou gastar os meus euros num conjunto enorme de comics mensais numa história.


Luis: E eu concordo com isso, mas o facto é que somos uma minoria. Aliás, eu estou para aqui a falar, mas se me aparecesse um evento grande o suficiente, eu gastava o dinheiro. E não estamos só a falar de comprar mensalmente, há os paperbacks, que também contam e muito.
A economia das Grandes continua a ser feita à base de Eventos, e para fazer Eventos, os criadores continuam a confundir drama com negrume. Não sei se isso vai mudar tão depressa.
Mas sei lá. Às tantas, o nicho específico do novo título dos X-Men é ser uma comédia (o argumentista estava no Deadpool), e os vampiros são usados para efeito cómico. Veremos...


Nota: Porque é que na imagem teaser o Cyclops parece usar o mesmo número de soutien da Rainha Branca? Ah grande caparro...
saí­do da mente de Jorge Amorim às 10:57 da manhã
link do post | | voltar ao topo
3 Comentários:
Mm, parece-me mesmo oportunismo da Marvel por os vampiros estarem na moda.

Realmente, o Cyclops tem cá uns implantes mamários... :P

Saí­do da mente de Blogger Nuno Miguel Lopes, às 12:14 da manhã

 
"A economia das Grandes continua a ser feita à base de Eventos, e para fazer Eventos, os criadores continuam a confundir drama com negrume. Não sei se isso vai mudar tão depressa"

E esse vai ser o seu calcanhar de aquiles,resta saber se vai ser o suficiente para fazer a casa cair em cima deles!!!!???!!!!

Saí­do da mente de Blogger Manuel Frederico, às 3:14 da manhã

 
Também já me enjoam os vampiros. Porque é que têm que estar em todo o lado?
Confesso que gostei de "The death of dracula" do Gischler mas acho que misturar mutantes e vampiros vai dar numa grande salganhada...mas talvez me engane.
Quanto ao facto de passarmos a ter mais um x-comic mensal só tenho a dizer: "No more X-titles"!

Saí­do da mente de Blogger X, às 1:45 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Iní­cio



Conteúdo © Copyright 2006 Jorge Amorim, R e (Phi)lipe. Todos os direitos reservados.
As imagens usadas são propriedade dos respectivos donos.
Icons por Kevin Potts.