free tracking

conspiradores

. Raquel

. Jorge Amorim

. Nuno Miguel Lopes

. Luís F. Alves

estamos aqui

e-mail

. Say NI

artigos recentes

. AOTS - Fresh Ink

. Marvel Comics na PlayStation Portable

. LongBox - Screencast pré-beta

. The League of Extraordinary Gentlemen - Century: 1...

. The Stuff Of Legend

. Kingpin Alumni

. Winsor McCay

. Clássicos de Banda Desenhada Correio da Manhã

. Asterios Polyp, David Mazzucchelli

. O "Lixo" de Skottie Young

links de comics

. Comic Book Resources

. DC Comics

. Image comics

. Kingpin of Comics (Site)

. Kingpin of Comics (Blog)

. Leituras de Bd e não só

. Marvel Comics

. Newsarama.com

. Silver Bullet Comics

. World of Manga and comics

. Luca BD

outros links

. Corusca

. Multitudo Design

. O Armário das Calças

. Sonhos Urbanos

RSS
Powered by Blogger
quinta-feira, agosto 20, 2009
E já está entalado na minha garganta há muito tempo, por isso perdoem-me, mas tenho mesmo que desabafar.
Entendam, eu não tenho nada contra demonstrações de comercialismo. Desde que devidamente justificadas, contextualizadas, e com algum bom gosto.
O exemplo abaixo não é nenhuma dessas coisas.
Mas comecemos pelo inicio. Se costumam visitar livrarias pelo menos esporadicamente, terão sem dúvida reparado que saiu um livro da Isabel Allende há uns anos, chamado Zorro, que contava uma nova versão da origem do personagem. Esta é a capa desse livro:

Até aqui, tudo bem.
Há um par de anos, a editora Dynamite obteu a licença para criar comics novos com o personagem. O projecto em questão é uma série mensal, que ainda dura, mas cuja primeira história centrava-se numa nova versão da origem do Zorro, que recolhia elementos de todas as versões anteriores. Isso inclui o livro da Isabel Allende, sim, mas não exclusivamente, nem sequer principalmente. Não é maior influência que qualquer outra versão.
Acrescento aqui que o artista é um ilustre desconhecido (que fez um excelente trabalho, aliás), mas o argumentista é um nome bastante conhecido e reputado, o Sr. Matt Wagner, conhecido por alguns trabalhos mais ou menos respeitados com o Batman, mas acima de tudo, pela sua própria série de comics à volta do personagem Grendel, que lhe valeram a fama de pioneiro dos comics independentes.
Wagner é, portanto, um nome comercialmente viável em termos de promoção.
Eis a capa da compilação dessa primeira história:

Ou seja, não só menosprezam completamente o (bom) trabalho dos autores envolvidos, como tentam deliberadamente colar-se à obra e nome de uma autora que não teve rigorosamente NADA a ver com o comic que estão a vender!
Nem queiram saber a raiva que isto me dá, juro-vos...
saí­do da mente de Luís F. Alves às 12:00 da tarde
link do post | | voltar ao topo
2 Comentários:
Estava mesmo a ver quando te irias referir a esta capa aqui, tal era a tua revolta quando a vias na Kingpin. ;)
É triste ver estes casos de "alpinismo comercial".

Saí­do da mente de Blogger Nuno Miguel Lopes, às 8:38 da tarde

 
Muito aguentei eu...

Saí­do da mente de Blogger Luís F. Alves, às 11:56 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Iní­cio



Conteúdo © Copyright 2006 Jorge Amorim, R e (Phi)lipe. Todos os direitos reservados.
As imagens usadas são propriedade dos respectivos donos.
Icons por Kevin Potts.